acessibilidade

Início do conteúdo da página

Anais de Eventos


I Simpósio de Relações de Gênero e Diversidade Sexual: Arranjos Familiares, Desejos e Corpos Diversos

.


As instituições educacionais, principalmente as universidades, são espaços estratégicos para discussões sobre as hierarquias de gênero, identidades e sexualidades, apresentando oportunidade para que sejam abordadas de forma científica questões sobre equidade de gênero, raça/etnia, feminismos e orientação sexual, dentre outros marcadores de diferença.

Cumprindo com seu papel de promover criação, reconhecimento e disseminação de conhecimento, oferecem ferramentas propícias para discussões sobre as muitas formas de ser e estar no mundo, com corpos, identidades, desejos e arranjos familiares diversos. Essas são reflexões e discussões essenciais à formação de pessoas capazes de exercer a cidadania de forma plena e com dignidade, além de contribuir com a estrutura social no sentido da erradicação das discriminações e violências.

Neste sentido ocorreu em novembro de 2019 o Simpósio de Relações de Gênero e Diversidade Sexual, tendo como desígnio discutir as variadas possibilidades de arranjos familiares, conjugais e parentais, as hierarquias entre corpos genereficados, a diversidade de gênero e sexual, os diferentes movimentos de mulheres e discussões sobre as fronteiras que envolvem diversidade sexual, mulheres e relações de gênero.

Os resumos constantes nestes Anais foram apresentados em quatro Eixos Temáticos: Corpos Diversos, Diversidade Sexual, Movimentos de Mulheres e Relações de Gênero. Foram trabalhos que versaram sobre temas variados, como por exemplo a construção de gênero em ambiente virtual, turismo LGBT, erotismo e violências contra mulheres lésbicas, afetividade da mulher negra, a participação de mulheres em Conselhos e no curso de Relações Internacionais, patriarcado e capital, representações de gênero no filme Eu não sou um homem fácil e no jornal Correio do Norte, resistências dos estudos de gênero na historiografia e violência doméstica.

Tais estudos possuem variedade de temáticas e abordagens distintas realizadas por pesquisadoras e pesquisadores de Dourados (MS) e região sobre estudos de gênero, sexualidade e mulheres, demonstrando a preocupação da academia em contribuir para o conhecimento da realidade local e a qualidade na formação científica das e dos estudantes e profissionais da educação nesta localidade, assim como da aproximação da Universidade com a sociedade que a envolve e a garantia da articulação entre ensino, pesquisa e extensão.

Por fim é preciso salientar que o evento faz parte das ações regimentais do Núcleo de Estudos de Diversidade de Gênero e Sexual (NEDGS/UFGD) e busca sensibilizar a comunidade sobre a necessidade de se refletir e discutir tais assuntos, bem como fomentar a pesquisa e produção de conhecimentos nessas temáticas. Agradecemos a todas e todos que participaram de alguma maneira para a execução do evento e da publicação destes Anais e aguardamos as próximas edições.

Atenciosamente,
Ana Carolina Santana Moreira
Chefe do Núcleo de Estudos de Diversidade de Gênero e Sexual


Fim do conteúdo da página